Domingo, 24 de Abril de 2011
Vai ficar tudo bem

 

Sou um péssimo católico. Gozo com a religião, sou subversivo e já espetei uns belos pares de bandarilhas no cânone. Não acredito numa relação obstinada com a religião. Até porque a minha relação não é com a religião, mas antes com a sua natureza.

Não é muito cool um gajo acreditar em Deus. Ontem, um amigo ficou muito surpreendido quando lhe disse que acreditava. Como é que um tipo explica isto? Pá, é assim a vida, as far as i can see, mais vale uma pessoa acreditar, não vá o Diabo tecê-las. Ou como dizia um amigo meu: "acredito porque acredito". Sem mais porquês, é uma convicção sem precisar de provas em saquinhos de plástico ou comprovativos científicos assinados e carimbados por individualidade credível dentro de outro cânone. Outros credos.

É claro que isto leva-nos à descredibilização. Hoje o problema de um crente não é a imposição da fé, mas antes a própria fé. Chateia as pessoas. Que estupidez. Só pode ser burro. E assim é. Há que ter paciência e esperar que corra tudo bem. Afinal é isso mesmo, não é - acreditar que vai ficar tudo bem?

 


tags:

publicado por jorge c. às 11:04
link do post | comentar | partilhar

Um blog de:
Jorge Lopes de Carvalho mauscostumes@gmail.com
pesquisa
 
arquivos

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
visitas
subscrever feeds