Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2013
na sua inocência

Travou a fundo, mas já ia lançado. Rui Rio, na sua inocência, acabou por dizer aquilo que confirma a tendência dos nossos tempos: a lei é um obstáculo à prática de uma política sem limites que nos irá redimir. Deus lhe pague. Mas, a verdade é que Rio, como tantos outros, não dizem este tipo de coisas por maldade; parece-lhes natural que a lei deva ser preterida em prol das circunstâncias económico-financeiras e das decisões pragmáticas que devolvem o homem à sua condição livre, como na Alemanha dos anos 30. E perdoem-me o exagero, que olhando para a Hungria e para a Holanda pode não sê-lo, mas a História é sempre importante para nos lembrarmos do que significam conceitos como Estado de Direito e Princípio da Separação e Interdependência dos Poderes. Temos de estar atentos e alerta. E não podemos desatar aos abraços e salamaleques às pessoas só porque, aparentemente, estão a iniciar uma oposição ao nosso adversário. Se essa oposição insistir no mesmo erro discursivo e prático, então é porque ainda não percebemos bem o que é que estamos aqui a defender. É importante garantir que elas perceberam isto. Porque Rio não será candidato em Janeiro, mas será mais adiante.



publicado por jorge c. às 12:31
link do post | comentar | partilhar

4 comentários:
De táxi pluvioso a 24 de Dezembro de 2013 às 09:23
Pois, não sabem o que é um Estado de direito, importaram-no da Inglaterra e agora veem que afinal atrapalha, quando os dirigentes são iluminados pela política redentora.

E dizerem que a confiança ou a igualdade são princípios tão gerais que nada significam, merece uma ação conforme. Se um dia me cruzar com Passos dir-lhe-ei Então casou com uma preta? e depois cito-lhe o seu amigo Vítor Bento.

BOM NATAL


De táxi pluvioso a 31 de Dezembro de 2013 às 07:53
E a praxe

UM FELIZ ANO NOVO


De jorge c. a 23 de Janeiro de 2014 às 11:25
Só agora vi estes comentários.

Feliz ano novo e um abraço.


De táxi pluvioso a 25 de Janeiro de 2014 às 11:47
Isso é que foi uma passagem de ano de arromba, durou quase um mês. bfds


Comentar post

Um blog de:
Jorge Lopes de Carvalho mauscostumes@gmail.com
pesquisa
 
arquivos

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
visitas
subscrever feeds