Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010
O desemprego em abstracto é mau, os números, esses, são animadores

A conversa "anti-governo" pode ser chata para algumas pessoas. Eu compreendo que se sintam perseguidos por um mundo maldoso que só quer o desaire, mas a realidade é uma coisa tramada.

Andamos há cerca de um ano a ouvir o ministro Vieira da Silva a desvalorizar os números do desemprego. O sr. ministro não é insensível ao desemprego, de um modo geral. Aliás, a marca fundamental dos partidos de poder em Portugal, nomeadamente o Partido Socialista, é esta sensibilidade para os problemas sociais, para os mais desfavorecidos e todos aqueles lugares com que se enche a boca (acho que se chama demagogia, isto, não sei).

O problema são os números. E os números dizem-nos que o desemprego aumentou substancialmente. É claro que o sr. ministro considera, em abstracto, o desemprego como um problema. Mas, a seguir desvaloriza os números e está tudo bem. O desemprego é um problema, mas noutra dimensão que não a nossa.

A facilidade com que se relativiza a realidade é assustadora e típica de quem quer manter o poder sem qualquer interesse em servir.


tags:

publicado por jorge c. às 11:20
link do post | comentar | partilhar

Um blog de:
Jorge Lopes de Carvalho mauscostumes@gmail.com
pesquisa
 
arquivos

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
visitas
subscrever feeds