Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011
Um vício do morto

A especulação no âmbito criminal é, pela fragilidade de conteúdo, o disparate dos disparates da opinião pública. É sabido que na descoberta da verdade material não cabe a especulação e que só através da prova lá podemos chegar. Até agora ainda não vi ninguém que, a propósito de um homicídio mediático, não se limitasse a especular sobre o crime e a sua natureza. Um vício do morto.



publicado por jorge c. às 13:07
link do post | comentar | partilhar

3 comentários:
De Funes, el memorioso a 12 de Janeiro de 2011 às 14:05
Este é o primeiro texto inteligente que leio sobre a tragédia de Carlos Castro e Renato Seabra.


De Daniel João Santos a 12 de Janeiro de 2011 às 21:41
o que não falta nas televisões e rádios são especialistas no assunto.


De NanBanJin a 13 de Janeiro de 2011 às 04:48
"Vulgus veritatis pessimus interpres"


Comentar post

Um blog de:
Jorge Lopes de Carvalho mauscostumes@gmail.com
pesquisa
 
arquivos

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
visitas
subscrever feeds