Sexta-feira, 16 de Julho de 2010
Pedro e o lobo

Um dos maiores vícios na linguagem política é o da conotação dos adversários com ideologias radicais ou mais incompreendidas. Da esquerda à direita é comum ouvir acusações de extrema esquerda ou neoliberalismo, de reaccionarismo ou estalinismo. É sempre de desconfiar e dar o devido desconto à mente retorcida por detrás dessas afirmações.

Portugal, tal como grande parte dos países ocidentais, aburguesou-se ideologicamente e aquilo que era a base das meta-narrativas políticas desapareceu. A virtude passou a estar definitivamente no meio e qualquer desvio é apontado como um atentado ao Estado de direito e à democracia de Abril. A tendência centrista é a mais forte e não há muitos sinais de mudança de paradigma. O mar está calmo.

Portanto, é uma questão de pensar e perceber que qualquer afirmação efectiva e competente de uma ideologia forte e objectiva seria cruxificada e morreria na praia. Os nossos políticos, sabendo disso, jogam com o interesse do poder e não assumem com coragem um objectivo. Enrolam, desdizem-se, travam. É deste modo, também, que as reformas se tornam insuficientes e incompletas. Contudo, é assim que o povo se sente em controlo aparente da sua democracia.

Olhando para trás, na História, percebe-se que foi este amorfismo ideológico, banhado a acusações inconsequentes, que conduziu muitos Estados a regimes totalitários. É um bocado como a história de Pedro e o lobo.


tags:

publicado por jorge c. às 11:37
link do post | partilhar

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Um blog de:
Jorge Lopes de Carvalho mauscostumes@gmail.com
pesquisa
 
arquivos

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
visitas
subscrever feeds